INFOGRAFIA

8.A idade é só um número?

23 DE OUTUBRO 2019 | 22H30

Como é que se combate o idadismo? De que forma é que as pessoas com mais de 65 anos podem viver o resto da sua vida com o máximo de dignidade e bem-estar possível? No Fronteiras XXI debatemos os preconceitos e a discriminação em relação à terceira idade.

Reveja o programa

Num Portugal envelhecido, estão a crescer as atitudes negativas e os preconceitos contra os idosos. Um em cada três portugueses com mais de 80 anos diz já ter sido tratado injustamente por causa da idade. Os mais velhos são também dos principais alvos de violência doméstica, com a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima a relatar um aumento de 30% das denúncias deste grupo etário entre 2013 e 2016.

Portugal é dos países mais envelhecidos do mundo, com 159 idosos para cada 100 jovens, revelam as estatísticas oficiais. E o cenário vai agravar-se nas próximas décadas. A longevidade continuará a aumentar, mas é preciso garantir qualidade de vida nestes anos a mais. Após o 65.º aniversário, os portugueses vivem apenas mais sete anos com saúde – muito menos do que os 16 que os suecos gozam de total funcionalidade e autonomia, alerta a OCDE.

O problema agrava-se porque, no país, mais de metade das pessoas que vivem sozinhas têm 65 ou mais anos. O isolamento social e a solidão aumentam problemas como depressão e as demências, que são frequentes entre os mais velhos. E embora a Carta Social revele um aumento das respostas sociais à terceira idade, os especialistas denunciam que elas estão longe de responder às necessidades.

Como é que se organiza uma sociedade com a população cada vez mais grisalha e se garante um envelhecimento física e socialmente activo? Prolonga-se a idade activa? Proporcionam-se melhores condições de habitabilidade e mobilidade? Ou será que basta adiar o aparecimento de doenças crónicas? Há respostas comuns a uma população que tem características diferentes?

No Fronteiras XXI debatemos os estereótipos em torno do envelhecimento, a discriminação da terceira idade e o que pode e deve ser feito para todos desfrutarmos da pós-reforma com mais saúde e bem-estar. Com o filósofo José Gil, a escritora Alice Vieira, a médica reumatologista Helena Canhão e a socióloga especialista em Psicologia Social Daniela Craveiro.

Reveja o programa. Dia 23 de Outubro, às 22h30, na RTP3.

Convidados neste programa

José Gil Filósofo Filósofo e ensaísta, começou por estudar Matemática na Facudade de Ciências da Universidade de Lisboa, seguindo depois para França onde se formou em Filosofia na Universidade Sorbonne....
Alice Vieira Escritora Escritora, formada em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras de Lisboa, publica regularmente, desde há 40 anos, romances juvenis, histórias infantis, livros para adultos, poesia, pe...
Helena Canhão Médica reumatologista É médica reumatologista e chefe de serviço do Centro Hospitalar de Lisboa Central na sua área de especialidade. Com um mestrado em Ciências Médicas pela Universidade de Harvad, é dout...
Daniela Craveiro Socióloga especialista em Psicologia Social Doutorada em Sociologia pela Universidade do Minho e mestre em Psicologia Social pela Universidade de Coimbra, é investigadora no Centro de Investigação e Intervenção Social (CIS, ISCTE...

Documentos

INFOGRAFIA: Desafios de uma país cada vez mais idoso (em PDF) 23 Out, 2019  |  PDF  |  682.06 KB
A ONU e a OMS determinam o envelhecimento saudável como um dos objectivos fundamentais a alcançar ao nível da sustentabilidade 12 Ago, 2019  |  PDF  |  784.73 KB
Estratégia global e plano de ação para o envelhecimento, da Organização Mundial da Saúde 22 Ago, 2019  |  PDF  |  4.05 MB
Documento das Nações Unidas que resume as medidas que podem garantir a sustentabilidade de uma sociedade para todas as idades. 27 Set, 2019  |  PDF  |  3.93 MB
Estudo britânico sobre os benefícios de haver contacto entre jovens e idosos. 27 Set, 2019  |  PDF  |  1.41 MB
Relatório das Nações Unidas, de 2019, sobre as prospecções para a População Mundial 7 Out, 2019  |  PDF  |  12.99 MB
"Retrato da Saúde 2018", relatório do Serviço Nacional de Saúde 7 Out, 2019  |  PDF  |  8.62 MB
Neste documento, a Direcção-Geral da Saúde recomenda medidas, políticas e práticas que contribuem para um envelhecimento saudável 7 Out, 2019  |  PDF  |  115.22 KB

SABIA QUE

?
O grupo de pessoas com mais de 80 anos no mundo vai triplicar nas próximas três décadas: hoje são 143 milhões e estima-se que cheguem aos 426 milhões em 2050 "World Population Prospects 2019", Nações Unidas
21% dos portugueses entre os 65 e os 79 anos já se sentiram discriminados por causa da idade "Discriminação da Terceira Idade", Sibila Marques (2011, Fundação Francisco Manuel dos Santos)
Mais de metade das pessoas (54%) que vivem sozinhas em Portugal, têm 65 anos ou mais INE, Pordata

Notícias XXI

Os novos velhos
O desafio grisalho: para ti, para mim, para nós
Por que se discriminam as pessoas idosas?
Este País não é para velhos?

Notícias nos media

  Região Centro com nota máxima de Bruxelas em políticas de envelhecimento ativo
  É possível viver mil anos? Investigador britânico Aubrey de Grey diz que sim e explica porquê
  Aos 69 anos, Sônia Braga é “diva máxima” na capa da Vogue